Saiba como exercitar a memória para fixar o conteúdo estudado

Estudar durante horas e horas e depois não gravar esse conteúdo na mente é um dos maiores problemas dos concurseiros, sejam eles iniciantes ou não.

Não é a quantidade de estudo que fará você passar em um concurso público, mas sim a qualidade do seu estudo, parece clichê mas você vai compreender tudo no final deste artigo.

Ou seja, é melhor você estudar 1 hora por dia de uma maneira bem eficiente do que estudar o dia inteiro sem absorver nada, é tempo jogado fora.

Como muitas pessoas possuem essa dificuldade (de fixar o que estudou) eu escrevi esse guia para orientar sobre como resolver esse problema em definitivo.

Vou explicar como os erros básicos que muitos cometem na hora de estudar que comprometem a concentração e consequentemente a aborsção da matéria, os passos simples que podem ser feitos para melhorar bem como as 5 melhores técnicas (métodos) de memorização de conteúdo que ajudam você a fixar tudo o que estudar.

Além disso vou te falar também dos mitos mais comuns que alguns acreditam ser eficientes mas na verdade não são para não restar mais nenhuma dúvida sobre esse assunto.

Vamos lá!

Se você não está em um momento, ambiente ideal ou com o foco inadequado, mesmo que esteja assistindo uma aula ou lendo uma apostila o seu cérebro estará em outro lugar e você não estará nem mesmo recebendo essas informações, muito menos então, fixando-as. Para receber e processar essas informações para posteriormente poder fixá-las na memória, você precisa primeiramente ter concentração nos estudos, essa é a necessidade inicial básica, então siga estes 4 regras básicas antes de conhecer e aplicar as melhores técnicas de memorização de conteúdo: –

  1. Ambiente

O ambiente exerce uma influência muito forte no comportamento dos seres humanos, certifique-se de preparar o ambiente ideal para os seus estudos:

Iluminação – Procure um ambiente bem iluminado, quanto mais claro melhor, se tiver luz solar é melhor ainda.

Barulhos – Elimine todos os barulhos e ruídos possíveis, procure um local totalmente isolado, se não for possível, coloque protetores auriculares nos ouvidos (vendidos por alguns centavos nas farmácias) ou até mesmo um fone de ouvido pode te ajudar com isso.

Limpeza e organização – Procure estudar em um local limpo e organizado, coisas fora do lugar e local sujo e desorganizado tiram a sua concentração sem que você se dê conta.

Local – Lugar para estudar é em uma mesa e ponto final. Se você não possui um local assim procure algo parecido (escrivaninha, balcão e etc) fique mas nada de sofá ou cama, só em último caso mesmo. Você passou boa parte da sua vida estudando desta forma, o seu cérebro está acostumado com isso, fazendo você ficar mais concentrado quando fica nessa postura. Já quando senta no sofá ou deita na cama, seu corpo entende que é hora de relaxar.

2. Rotina

Se baseando no mesmo conceito acima sobre estudar na mesa, você dever criar uma rotina de estudos para “programar” seu corpo que naquele determinado dia e horário ele necessitará de concentração.

Plano de Estudos – Um plano de estudos é uma das melhores ferramentas para organizar e disciplinar os estudos (explicarei melhor os benefícios e como montar um plano de estudo em outro artigo). Além disso, um plano de estudos permitirá que seu corpo se acostume com os horários e esteja sempre mais alerta nesses momentos

Local – Assim como escolher o local apropriado (mesa) é fundamental, outro recurso interessante é procurar sempre estudar no mesmo local, ou seja, cada vez que você sentar lá, seu cérebro saberá que é hora do estudo e ficará mais focado nisso.

3. Memória

De nada adianta todas as técnicas do mundo se você não está nem um pouco a fim de estudar, então você precisa se convencer disso primeiro, estabelecer o objetivo de realmente aprender a matéria e utilizar de alguns recursos para que o objetivo seja alcançado.

Desligue o celular – E todas as outras coisas que possam te distrair, se tiver estudando no computador nem pense em deixar o facebook, skype ou qualquer outra coisa que possa tirar sua atenção nesse momento.

Não negative seu cérebro – Você é seu maior vilão na maioria das vezes, se você vai estudar pensando que isso é algo chato, seu corpo vai tentar te defender deste mal fazendo com que você boceje, fique incomodado com essa situação e tente de tudo para encerrar esse momento “torturante”. Então muito cuidado com o que pensa, procure pensar que é algo bom para você e que você vai aprender algo novo que vai ser muito útil na sua vida e vai te possibilitar alcançar alguns sonhos bons, sempre pense em coisas boas, isso vale para tudo na sua vida (lei da atração).

Esvazie seu cérebro – Novamente você é seu maior vilão, se você se enche de preocupações e mil coisas a fazer, para não entrar em colapso o cérebro se desliga por algum tempo e realmente não absorve mais nada. É claro que não é tão fácil assim sumir com as preocupações da cabeça, mas um pouquinho de força de vontade ajuda. Uma dica é usar um gerenciador de tarefas para as coisas do dia a dia, existem vários gerenciadores online hoje em dia que podem ser acessados do celular ou computador, é são muito úteis. Assim você consegue esvaziar a sua mente, porque não vai ter que ficar lembrando que amanhã tem que resolver isto e aquilo, visto que está tudo anotado no gerenciador de tarefas e ele vai te lembrar o que você deve fazer. Uma simples agenda também dá conta do recado e deixa o teu cérebro respirar.

4. Seu corpo

Assim como o nosso cérebro, nosso corpo pode ser nosso aliado ou vilão dependendo das ações que tomamos.

Saúde – Procure se cuidar e nada de pensar: “daqui a pouco passa”, quando não está bem o melhor a fazer é se cuidar, se recuperar bem e voltar quando estiver melhor, senão não rende, a saúde vem em primeiro lugar, nosso cérebro também pensa assim, ele não vai se preocupar com outras coisas, como estudar por exemplo, enquanto tem coisas mais importante a se preocupar.

Exercícios Físicos – Não despreze os exercícios físicos, uma boa caminhada ou prática de esportes fazem com que sua circulação sanguínea acelere, te dando mais disposição, mais concentração, menos sono e fadiga na hora em que estiver estudando.

Postura – Procure estudar na postura correta na cadeira (conforme já mencionei acima), não pode ser confortável demais porque será um convite para o cochilo e também não pode ser de um modo que te cause desconforto e dores a ponto de perder a concentração.

Alimentação – Alimentação adequada também ajuda e muito na absorção do conteúdo estudado, procure ingerir alimentos naturais ricos em nutrientes como o fósforo que é excelente para a memória. Uma dica é tomar um polivitamínico todos os dias durante a manhã. Não estude com fome, tenha sempre alguma barrinha de cereal ou até chocolate para gerar uma carga de glicose a mais no sangue pra te ajudar a ficar mais alerta, mas evite estudar com o estômago muito cheio por conta da digestão.

Sono – Uma boa noite de sono é fundamental, é claro que muitas vezes é quase impossível dormirmos a quantidade de tempo necessária, mas devemos tentar melhorar ao máximo a qualidade do sono(dormindo em ambiente mais escuro, sem televisão ligada, sem barulhos e etc) para estarmos mais ativos no dia seguinte.

Se você seguir esses passos, você conseguirá absorver muito melhor o conteúdo estudado, mas ainda não é o suficiente para você gravar definitivamente o conteúdo na sua memória.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *